Desenhar polígonos de estados e municípios brasileiros no Google Maps Engine


O que você vai precisar

- Conta Google
A conta Google é necessária para você acessar o Google Maps Engine Lite - MEL ou Google Maps Engine Pro - MEP. Mais informações sobre conta Google clique aqui.

Google Earth instalado em seu computador
O software do Google Earth vai ser necessário para que possamos "separar" o polígono do município brasileiro que vamos exportar para o Google Maps Engine. Se você ainda não tem o Google Earth instalado em seu computador pode efetuar o download gratuitamente clicando aqui.

- Arquivo KML ou KMZ dos Municípios brasileiros
Este arquivo é necessário para extração do polígono do município a ser exportado para o Maps Engine Lite ou Pro. O download do arquivo para seu computador pode ser realizado clicando aqui.



Passo a passo


1 - Abra o Google Earth, procure na pasta onde você salvou o arquivo KML e/ou KMZ de municípios brasileiros e abra-o. Se tudo estiver correto o arquivo carregará em seu Gogle Earth como na imagem abaixo. Clique aqui e veja como abrir arquivos no Google Earth



2 - Em "Lugares" no Google Earth desmarque a camada do seu arquivo e todas as sub-camadas abaixo também serão desmarcadas. Ver na seta amarela imagem abaixo.



3 - Marque o município que você quer extrair o polígono. Em nosso exemplo marquei Alta Floresta D'Oeste. Perceba na tela de navegação do Google Earth que o polígono do município estará marcado



- Clique em "Arquivo", depois em "Salvar" e em seguida em "Salvar lugar como" . Salve o arquivo extraído em seu computador em uma pasta de fácil memorização. Feche o Google Earth.



6 - Vá ao Google Maps clássico. Se você utiliza a nova versão do Google Maps clique aqui e veja como retornar para a versão antiga. No Google Maps clássico utilize a ferramenta "mapas personalizados". Para acessar a ferramenta  veja aqui como fazer. Crie um novo mapa personalizado ou utilize um mapa que você já tem no Google Maps para esta tarefa. Em nosso exemplo vou utilizar um mapa de teste.

Clique em "Editar", em seguida clique no link "Importar", uma janela será sobreposta ao mapa. Clique em "Escolher arquivo" para carregar aquele arquivo que foi extraído do Google Earth. Clique em "Carregar", em seguida clique em "Carregar a partir do arquivo (pt-BR) ou Carregar a partir do ficheiro (pt-PT). Espere o arquivo ser carregado. Se o seu arquivo KML ou KMZ forem carregados com sucesso no Google Maps você verá o polígono no mapa. Estando tudo certo até aqui, pode encerrar o Google Maps. (veja o passo a passo nas imagens abaixo).

Pergunta:
Por que tenho que carregar o arquivo KML ou KMZ no Google Maps clássico?
Atualmente as versões Lite e Pro do Maps Engine não permitem a importação direta de arquivos KML ou KMZ.  As versões Lite e Pro do Maps Engine só permitem a importação de arquivos CSV, TSV e XLSX, mais informações clique aqui.

Aproveite, clique aqui e envie um feedback para os engenheiros do Maps Engine e solicite a possibilidade de importar arquivos KML ou KMZ diretamente.


 
































7 - Abra o Maps Engine em - https://mapsengine.google.com/map/u/0/ - Na tela de abertura do aplicativo escolha "Abrir um mapa".



8 - Na janela seguinte clique em "Recurso Meus mapas clássico"



9 - Na janela seguinte será mostrado seus "mapas personalizados". Abra o mapa que você salvou (exportou) seu arquivo KML ou KMZ no Google Maps.



10 - Uma mensagem será mostrada na tela perguntando se deseja importar o mapa que você está abrindo para o Maps Engine. Clique em "Importar"



11 - Aguarde o mapa ser carregado no Maps Engine.



12 - Após carregado o mapa importado será apresentado como uma nova camada em seu mapa.



13 - Á partir daqui sua criatividade faz o resto do trabalho com as ferramentas do Map Maker.

Pode desenhar uma linha por cima do polígono em sobreposição para colorir o interior da marcação; Pode adicionar foto e vídeo. Pode utilizar todas as ferramentas disponíveis no Maps Engine, para mais informações clique aqui.

  Dica  
Para não ter de repetir o processo, adicione todos os seus arquivos KML ou KMZ em um único mapa no Google Maps clássico antes de efetuar a importação do mapa no Maps Engine, pois cada importação cria uma nova camada e as diferentes versões do Maps Engine tem disponibilidades diferentes da quantidade de camadas que pode ser criadas.


Perguntas

Não estou conseguindo enviar mais elementos para meu mapa, porque?
Cada mapa personalizado criado no Google Maps clássico é enviado para o Maps Engine como uma camada,  por isto, siga a dica acima antes de efetuar a importação no Maps Engine. O Maps Engine Lite atualmente oferece gratuitamente três camadas de trabalho e o Maps Engine Pro, 10 camadas. Para mais informações sobre diferenças das versões do Maps Engine clique aqui.

Posso inserir outros elementos nas camadas?
Sim, pode!. Inclusive pode desenhar outros polígonos e contornos diretamente no mapa.Para mais informações sobre como trabalhar com camadas no Maps Engine clique aqui.

O procedimento acima pode ser utilizado para enviar qualquer tipo de arquivo?
Não. Somente para arquivos no formato KML e/ou KMZ, seja de polígonos, marcações passeios etc. Lembre-se que a ferramenta "mapas personalizados" do Google Maps tem um limite de até 3MB por arquivo. Arquivos KML ou KMZ maiores que isto não são carregados.

Os arquivos KML ou KMZ não foram carregados corretamente no Maps Engine, o que houve?
O Google Maps clássico possui limitações específicas relativas ao tamanho e à complexidade dos arquivos KML e/ou KMZ carregados, mais informações clique aqui.

Tem mais dúvidas sobre Maps Engine, visite a Central de Ajuda do produto disponível em:

Tendo dúvidas sobre este tutorial visite o Fórum de Usuários do Google Maps aqui.